Seguidores

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Batata quente

-Quantas horas você fica na web? 

 

-Quantas horas você convive com as pessoas que fazem parte da sua vida, seja no trabalho, seja na família?

 

 

Refletindo sobre a globosfera, é como se estivéssemos todos juntos num só lugar e simultaneamente pudéssemos conversar e conviver um com o outro, o que na verdade é isso, só que virtual. Sem compromissos, sem obrigações, apenas troca de informações.

 

 

Acho isso maravilhoso, mas excessivamente triste (se e porque), na verdade, estamos sós, e juntos ao mesmo tempo. Estamos juntos porque dividimos alegrias, tristezas, conhecimento; estamos sós porque o que nos separa é o mesmo que nos une: os fios! E qdo desligamos aí sim, é o que vivemos de fato, o real, vivido  com quem  e onde estejamos.

Isso é bom?  depende,  conforme for tua vida. Se gostas, estás onde e com quem gostarias de estar,  e se não?  como é que fica então? Somos amáveis, cordiais, solidários, atenciosos com quem está longe, verdadeiramente na maioria das vezes, e não conseguimos ser no real, fora do virtual? Ah tá, nem todos são assim! É  como dizem, existe vida sim, fora do facebook, mas se não existir o que podemos ou deveríamos fazer? Acredito que primeiro temos que ser o melhor que podemos ser em nosso “habitat natural” e depois fora dele, porque quem tá perto a princípio, é quem divide esse mesmo habitat com você!!!



Coloquei o video para observarmos, caso você ainda não conheça, como pode ser uma etapa de um relacionamento iniciando no virtual. 

E você, conta aí como vive nesse mundo mais-que-perfeito?!

Batata quente: brincadeira infantil
Obs: o título batata quente se refere ao tempo na internet, numa alusão de que pode ser um problema se não soubermos administrar o tempo a ela dispensado.

31 comentários:

shan-Tinha disse...

bom dia o dia inteiro!!!
diz o ditado que "tudo que é dosado é remédio, tudo que é demais é veneno"
É mesmo???
obrigada pelo carinho da visita!
bj grande!

Su disse...

Shan, super interssante sua abordagem. Esse mundo da net é novo pra mim, tanto que só tenho o blog e meu emai pessoal, nada de orkut, face, etc... Nada contra, mas não conseguiria administrar tanta coisa por aqui. Amoooo o blog, embora já tenha pensado em desistir, mas depois me animei, me assustava um pouco a idéia da esposição, mas dá pra controlar. Amo a vida aqui dentro e a daqui de fora também, mas confesso que às vezes os amigos daqui são mais presente que os daqui de fora... que eu posso contar nos dedos. Acho que tudo tem que ser dosado como você disse... sem exageros de qualquer lado.

beijinhos e bom dia inteiro pra ti também.

Su.

Su disse...

opss. "exposição"...

Amanda disse...

mas que postagem interessante hein Dona Santa ehehehehe

Flavio Ribeiro disse...

Shan, adorei sua postagem!
Realmente estamos vivenciando um fenômeno mundial, onde as pessoas estão conhecendo os pormenores das outras, mas muitas vezes sequer se viram pessoalmente!

Estive outro dia refletindo sobre este assunto e cheguei a conclusão que este fenômeno é positivo. Repare: antigamente a família ficava toda concentrada em uma casa ( no seio patriarcal ) ou quando muito os parentes mais distantes estavam bem ali no bairro vizinho e tal. Com o crescimento da economia, sua dinamização e a globalização, fizeram com que as pessoas fossem atrás de novos espaços e com isso se espalharam pelo planeta! Alguns dos meus melhores amigos hoje estão no Canadá, EUA, Europa, etc. Mas hoje, em um segundo momento, estamos melhores visto que podemos manter a amizade de pessoas e familiares que certamente passariam a fazer parte do nosso passado, tendo a oportunidade também de conhecer muitas outras com as mesmas afinidades que nós.

Abraços, Flávio.
--> Blog Telinha Critica <--

Bergilde disse...

Gostei muito também da idéia desse post.Nesse fim de semana encontrei uma vizinha que me disse ter ouvido falar de mim através do twitter de outra conhecída comum.E eu disse:-Então por que não pelo facebook pois eu também estou por lá.Ora bolas fofocas estão por toda parte e no meio virtual também. Mas,falando sério,pessoalmente durante a semana tiro sempre 1 hora por dia.Fins de semana rarissimamente e nas férias nem pensar.Praticamente uso quando a turminha está na escola,no trabalho.A web é para mim uma forma de comunicação muito útil sobretudo para praticar a nossa língua portuguesa.Cada um com seus motivos,o importante é não nos tornarmos 'web addicted.'Ex.prático,ano passado tentaram retirar por 15 dias os celulares e os smartphones de alguns adolescentes em escolas italianas,o resultado foi que no início quase todos estavam como em crise de abstinência,mas na 2ª e última semana pareciam já não se importar tanto.Tudo é questão de hábitos,foi a conclusão!
Bom dia!

Tatiana Moreira disse...

Olá...
Fiquei muito feliz em recebê-la em meu blog...
Sua postagem é ótima... Esse assunto já esteve muitas vezes em pauta entre minhas conversas com os amigos e familiares.
Ao mesmo tempo que a internet é algo maravilhoso, pode ser perigoso se não soubermos dosar e utilizar.
Ao vivo e acores já somos enganados e levamos rasteiras, que dirá em um mundo virtual, onde muitas vezes nem tudo que reluz é ouro!

Mas, sinceramente acho que vale a pena interagir e conhecer as pessoas... Tudo na vida é um constante aprendizado!

Um beijo carinhoso para você!

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Em tudo que fazemos, temos que ser sensatos e utilizar boa dose! O olhar, o cheiro,o tom de voz...não é facilmente substituível!
Mas, com o avanço da tecnologia e das redes sociais, é inevitável..que possamos ficar totalmente alheio.Então,vamos nos acostumando a ouvir e sentir o cheiro, o toque e o olhar, através dos sons do teclado!
Cautela e caldo de galinha, e uma batata quente..combinação quase que perfeita!
Obrigado pelo carinho do comentário e da visita ao meu blog!
Muito feliz!
Boa terça!
beijos carinhosos!

Nice Bacchini disse...

A web de certa maneira vicia, por isso procuro sempre ficar poucas horas do dia navegando, principalmente nos fins de semana. Gostei do seu texto.. bjss

Anne Lieri disse...

Shan,de fato me considero viciada em computador,especialmente nos blogs!Antes eu escrevia e nem pensava em mostrar a outras pessoas,hoje é prazeroso ser lida pelos amigos e ler tb!Mas não podemos nunca esquecer a vida real,com certeza e tenho procurado dosar cada vez mais!Adorei seu texto!Bjs,

Christian V. Louis disse...

Eu fiz um post sobre procrastinação e, quem precisa do pc para trabalhar, basta um click para se dispersar do que realmente importa que é seu trabalho. Hoje estou adquirindo um autocontrole maior do que antes. O facebook nunca me atraiu, a única coisa que me prende ali são as divulgações de meus trabalhos e o grupo que conheci da blogosfera.
Eu sempre deixo claro aos meus parceiros que amizade virtual não é algo que sirva para mim, eu mal posso confiar em quem está ao meu alcance, por isto, tomo cuidado com exposição e ajo com cautela, tal como na vida real, com pessoas que se mostrem mal intencionadas por vezes, sem algum motivo específico ou que deixe claro para que eu saiba.
Eu nunca trocaria a vida real pela virtual, como vejo amigos abrindo mão de sair aos sábados seja para tomar um chopp, curtir uma conversa legal ou ir a uma balada para ficar de bate papo no msn com pessoas que sequer conhecem.
Aqui temos uma noção do que são as pessoas, porém, conhecê-las realmente, nem na realidade é fácil.
Bom restante de semana.

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Sim!
Muito feliz com sua visita e comentário em mi blog!
Muito feliz e honrado!
Repito: muito feliz!
Feliz tardinha e noite!
Beijos carinhosos!

Joicy Sorcière disse...

É fato que tudo em exagero faz mal. Eu confesso que adooooro ficar navegando na web. Sou fascinada por esse universo virtual. Mas, não troco minhas saídas com o marido... passeios com o filho para ficar por aqui...

Tudo precisa ter seu limite, senão vira doença, né?

bjks JoicySorciere => Blog Umas e outras...

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Cada um administra o tempo como bem entende, dentro das possibilidades ou da disponibilidade no momento, embora acredite que haja quem não tenha controle...

O video é engraçado, o samsung igual :)

Bjs e boa semana!

Cissa Romeu disse...

Shan,
vim conhecer teu blog e gostei muito do teus escritos, em especial este post me cabe muito bem, pois hoje estou voltando de um pequeno período de pausa/férias que tirei da blogosfera para me dedicar a "vida real" e o quanto é importante essas paradinhas, ou mesmo, se dedicar "ao longe" à internet e etc..., enfim, excelente pauta!
Estou seguindo teu blog e convido a conhecer o meu, vi o teu lá no grupo da Blogosfera no face, para não dizer que só a internet não é boa também rsrs
Beijos!

La sonrisa de Hiperión disse...

Siempre un placer volver por tu casa.

Saludos y un abrazo.

ONG ALERTA disse...

Equilibrio é sabedoria, beijo Lisette.

Georgia disse...

Adorei amiga, lindo o video!

Eu fico 1 hora pela manha e 1 hora à tarde, qdo dá, rs.

Mas já fiquei mais tempo no comeco...

Grande beijo

Luciana Santa Rita disse...

Oi Shan,

Só agora consegui chegar por aqui. Concordo com você, pois existe vida, mas agrande questão é que quando estamos na vida real, estamos com celulares e correndo para chegar para curtir a vida virtual.


Beijos.

Lu
www.lucianasantarita.blogspost.com.br

cidissima disse...

“Para estar ao lado sem pesar com a presença”.
Às vezes não temos tempo para abraçar um amigo ou telefonar.
Com o advento da internet, tornou-se mais prático falar com os amigos. Embora ache que um aperto de mão, um beijinho, um abraço, um contato com a pele é mais emocionante e prazeroso. Mas não podemos fazê-lo com assiduidade.
Tirando os exageros na mídia é muito bom fazer parte dela. Entretanto devemos trocá-la de vez em quando com cinema, teatro, viagem e uma reuniãozinha com os amigos.

Obrigada pela sua amizade Shan!

Cida

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Fico sem palavras.
As vezes muito tempo.
As vezes pouco tempo.
Mas o que me importa
é a intensidade
de cada segundo.


Desejo que a alegria
faça folia em sua vida.

SONINHA disse...

Tudo que é demais, não é saudável. Até o amor, pois vira obsessão.
Equilíbrio é o ideal, mas nem sempre conseguimos.
Quando descobri a Internet, ficava muito mais tempo. Era tudo novidade. Atualmente fico algumas horas à noite. Às vezes, muitas. Depende do dia.
Beijos, querida!

ONG ALERTA disse...

Beijo Lisette.

Blog do Rafa disse...

é bem complexo... e eu diria até cultural. Gostei do comentário lá no topo da página de comentário =D.

Eu quero me tornar bom em mídias sociais e por isso passo um bom tempo em frente ao computador. Um bom tempo dedicado a leitura de artigos, informes e blogando, claro.

Acho muito triste uma pessoa que não tem o mesmo foco que eu e passa até mais tempo na internet, e olha que eu inda tento usar softwares locais para sair um pouco do mundo e ócio: internet. Muito bom mesmo o artigo, nos faz refletir da melhor maneira, bjo.

saboracasa disse...

bem visto e analissado, eu passo algumas horas na net mas dou sempre prioridade à família e amigos :)

Bergilde disse...

Abraços matando saudades daqui novamente!

Ricardo e Regina Calmon disse...

RETORNAREI ALGUMAS VEZES PARA ESTE RELER E APREENDER,PARA PERCEBER E COMENTAR!

BZUZ DO GORDO RICK

Georgia disse...

Querida, senti saudades vim te ver, vim saber como vc está?

Dê noticias.

Beijos e uma semana abencoada pra vc

Georgia disse...

Querida, dê notícias nem que seja por email:

saiajusta4@gmail.com

Bjao

Rogério Pereira disse...

Estou na sala
e não a um canto
Meu neto
meu encanto
anda por perto
perto anda
minha mulher
Interrompo sempre
quando um deles o quiser

Escrevo
à tarde
e por vezes noite dentro
quando tenho esse tempo
Escrevo sobre tudo
sobre o sol, o céu
sobre o que pensarás tu
sobre o que penso eu
sobre o que pode acontecer
sobre o que aconteceu
Sobre educação
Sobre economia
Sobre a escravidão e a tirania
e faço-o usando as palavras todas
as pesadas, as leves, as duras, as risonhas, as tristes, as de acariciar, as de amar...
<0>
Para mim esta tecnologia é uma forma de estar e comunicar conteúdos, afectos, emoções.
Para mim esta tecnologia não é uma forma de passar o dia, matar o tempo, descobrir amigos para falar solto e descobrir amizades e emoções de partir corações. O estar relacional prefiro-o ao vivo, com uma amiga ou amigo. Olhar nos olhos, tocar, são formas de estar que não dispenso nem trocaria por formas alternativas possibilitadas pelas tecnologias. Nunca seria um personagem de teu (muito) interessante video

Foi bom ter-te conhecido

shan-Tinha disse...

hoje estou visitando MEU BLOG! não me encontro ausente, continuo a viver intensamente e ativamente e diariamente no facebook:
https://www.facebook.com/shantinha
a interação com o outro é quase que imediata, estou muito feliz comigo mesmo e com o que tenho visto e vivido! obrigada pelo carinho de todos que aqui vem, meu amor e meu carinho dou a vocês com pensamentos de muita paz e energias positivas pelo bem de toda a humanidade! bj carinhoso!